Igreja e Comunicação

SIGNISbrasil original

vatican-va-ok

jovens-conectados

celam

 

 

Neste fim de semana, a PASCOM do Decanato São José de Anchieta, participou de um momento de espiritualidade em união com toda diocese, vivendo uma tarde de aprofundamento refletindo sobre o Dia Mundial das Comunicações Sociais, que este ano tem como tema: Comunicação a serviço de uma autêntica cultura do encontro.
O encontro aconteceu na Paróquia Nossa Senhora da Piedade – Magé, e teve início com um belíssimo momento de Adoração ao Santíssimo Sacramento, onde puderam colocar diante de Jesus todo o trabalho pastoral e todos os desafios de cada dia.

1

 Logo depois Padre Alan fez uma reflexão sobre a mensagem do Papa Francisco para este dia e percebemos o quanto a  internet atualmente tem a capacidade de unir e estabelecer ligações saudáveis. Porém é preciso sempre retornar ao  mundo real, não devemos estacionar na ponte que a internet é capaz de criar e que ir ao encontro é muito mais do  que sair e anunciar, mas também é acolher.

 Em seguida as paróquias apresentaram suas atuais atividades e também suas dificuldades, uma verdadeira troca de  experiências. Percebemos o quanto é importante estarmos em unidade e o quanto tem sido difícil encontrar pessoas  que se comprometam com a pastoral.
 O evento contou com a participação de 20 agentes da Pastoral da Comunicação que representaram as paróquias do  Decanato São José de Anchieta.
 O Encerramento aconteceu com a Santa Missa, celebrada pelo padre Alan Rodrigues que em sua homilia nos chamou a  atenção, dizendo que para Deus devemos estar por inteiros e não pela metade. Disse ainda que mais vale caminhar  com a Igreja que sofre por se relacionar com o mundo, do que deixar de se relacionar por acreditar apenas em si mesmo.

 

Publicado em Attualitá

Brasilia (Signis) - Evangelização na era digital é tema do Encontro Nacional da Pascom

O evento tem por objetivo articular e animar a Pastoral da Comunicação da Igreja no Brasil a partir da cultura gerada pelas novas tecnologias.

As inscrições para os encontros estão disponíveis até 23 de junho, com vagas limitadas. Confira os valores e a ficha de inscrição, no link Encontro Nacional. Para participar dos encontros é necessária apenas uma inscrição. São esperados aproximadamente 700 participantes.

Cultura digital
"Comunicação, desafios e possibilidades para evangelizar na era da cultura digital" será tema de reflexão ao longo do encontro nos seminários e painéis com a presença de pesquisadores da comunicação. Está confirmada a participação de palestrantes internacionais como o padre jesuíta, Antônio Spadaro, autor dos livros Web 2.0 e Ciberteologia, e de Letícia Soberón, da Rede de Informática da Igreja na América Latina (RIIAL), entre outros especialistas.

A Rede de Informática da Igreja no Brasil (RIIBRA) estará no Encontro Nacional da Pascom. Em 2012, a rede foi lançada oficialmente aos comunicadores e agentes da Pastoral da Comunicação. Para o assessor da RIIBRA, padres Clóvis Andrade de Melo, o espaço é de avaliação e serve para definir metas para os próximos anos.

Sabia mais, acessando o hotsite do 4ª Encontro da Pascom.

RCR/CNBB

Foto - outraspalavras.net

Publicado em Attualitá

A Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil realiza nos dias 24 a 27 de julho de 2014, na cidade de Aparecida – SP, o 4° Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação e o 2° Seminário Nacional de Jovens Comunicadores. O evento aguarda cerca de 700 agentes da Pascom, jovens comunicadores, profissionais, pesquisadores da área de comunicação que atuam nos Regionais, Dioceses e comunidades da Igreja no Brasil.

Durante o evento, haverá seminários temáticos com relatos de experiências para contribuir na formação dos agentes de comunicação de forma concreta e real.

Hoje foi lançado o hotsite do Encontro com as informações de como fazer a inscrição, a programação completa e os assessores dos seminários.

O link do site é http://encontronacionalpascom.cnbb.org.br

Confirmados para o evento, Prof. Dr. Pe. Antônio Spadaro, autor dos livros Web 2.0 e Ciberteologia, Dra. Letícia Soberón, membro do Comitê da RIIAL – Rede Informática da Igreja na América Latina, entre outros especialistas na área da comunicação e da pastoral.

O Presidente do Pontificio Conselho para as Comunicações Sociais, Dom Claudio Maria Celli, fará uma saudação aos participantes do encontro através de uma Vídeo Conferência.

Publicado em Attualitá

Brasil (CNBB) - Com o objetivo de articular e animar a Pastoral da Comunicação na Igreja do Brasil a partir da cultura gerada pelas novas tecnologias, serão realizados, de 24 a 27 de julho, em Aparecida (SP), o 4º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação e o 2º Seminário Nacional de Jovens Comunicadores. As inscrições para os encontros estão disponíveis até 23 de junho, com vagas limitadas. Confira os valores e a ficha de inscrição, no link Encontro Nacional. Para participar dos encontros é necessária apenas uma inscrição. São esperados aproximadamente 700 participantes.

Essa é a primeira vez, que as comissões para a Comunicação e Juventude da CNBB promovem o encontro em conjunto, buscando integrar suas atividades de evangelização. O evento marcará também a celebração de um ano da Jornada Mundial da Juventude no Brasil.

De acordo com a assessora da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, Ir. Élide Fogolari, esta é uma oportunidade de comunhão nos trabalhos das comissões. "Integrar esses dois grandes grupos da Igreja é entender que a comunicação e a evangelização são realizadas, sobretudo, pela juventude que deseja algo novo e tem esperança. A maioria dos participantes que atua na Pastoral da Comunicação é jovem".

O tema "Comunicação, desafios e possibilidades para evangelizar na era da cultura digital" será refletido ao longo do encontro nos seminários e painéis com a presença pesquisadores da comunicação. Está confirmada a participação de palestrantes internacionais como o padre jesuíta, Antônio Spadaro, autor dos livros Web 2.0 e Ciberteologia e de Letícia Soberón, da Rede de Informática da Igreja na América Latina (RIIAL), entre outros especialistas.

"Nós entendemos que no universo da comunicação temos mais possibilidades do que desafios. Hoje, as mídias sociais digitais oferecem vantagens para a propagação do Evangelho de forma rápida e imediata. Isso, abre um horizonte sem limites, chegando a mensagem a mais pessoas", explica Ir. Élide sobre o tema escolhido para o encontro.
Rede de Informática

Pelo segundo ano consecutivo, a Rede de Informática da Igreja no Brasil (RIIBRA) participa do Encontro Nacional da Pascom. Em 2012, a rede foi lançada oficialmente aos comunicadores e agentes da Pastoral da Comunicação. Para o assessor da RIIBRA, padres Clóvis Andrade de Melo, o espaço é de avaliação e para definir metas para os próximos anos.

"Chegou o momento de avaliar quais iniciativas estão sendo desenvolvidas na internet pelos agentes pastorais, nas dioceses e por instituições. Durante o encontro, serão oferecidas entre as oficinas, a teoria e prática na web com a participação de especialistas e com testemunhos de experiências nas atividades de evangelização pela internet", comenta padre Clóvis. Ainda segundo o assessor, o encontro da Pascom contribuirá para definição de estratégias de ação que visam potencializar os trabalhos da RIIBRA na Igreja do Brasil.

Sabia mais, acessando o folder do 4ª Encontro da Pascom.

Publicado em Attualitá
segunda, 27 maio 2013 06:46

Dom Celli participa de encontro do CELAM

Bogotá (RV) – Conclui-se quarta-feira 22 maio, em Bogotá (Colômbia), o Encontro de Comunicação promovido pelo Conselho Episcopal Latino-Americano pelo (CELAM).

O evento é voltado aos bispos e assessores de comunicação das Conferências latino-americanas. Na sessão desta terça-feira, pela manhã, o Presidente do Pontifício Conselho das Comunicações Sociais, Dom Claudio Maria Celli, participou de uma videoconferência, enfatizando pontos relevantes sobre a comunicação como "Cultura do Encontro" e da "Comunhão".

Dom Claudio destacou que é preciso dar maior ênfase à comunicação como um trabalho comprometido com a comunhão e para que a Igreja não se feche, mas esteja à disposição das pessoas.

O Arcebispo sugeriu fazer uma avaliação dos meios de comunicação para verificar se estão promovendo o encontro e a comunhão com todos os que creem e com aqueles que não creem; por uma Igreja que demonstre simpatia ao homem e que comunique Jesus Cristo a todos.

De acordo com os assessores da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB, Padre Clovis Andrade de Melo e Ir. Élide Maria Fogolari, o encontro está favorecendo partilhas das experiências na área da comunicação, contribuindo, assim, para o fortalecimento da Pastoral da Comunicação (PASCOM) da Igreja na América Latina.

Publicado em Attualitá

Rio de Janeiro (http://www.arquidiocese.org.br) Com o tema "Comunicação e Igreja: comunicando pela rede e em rede", o 4º Seminário de Comunicação (SECOM-Rio) do Estado do Rio de Janeiro, promovido pelo Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no último domingo, dia 2 de setembro, reuniu 140 agentes de pastoral de oito das 10 dioceses que compõem o Estado e conectou mais de 19 mil pela WebTV Redentor, que fez a transmissão ao vivo.

A coordenadora da Pastoral da Comunicação (Pascom) do Regional Leste 1, Andréia Gripp, já na abertura do encontro lembrou que o objetivo do evento era promover a reflexão para que a Igreja, aos poucos, vá aprendendo a comunicar em rede. Prova dos passos e do desejo de, paulatinamente, abraçar a comunicação neste novo ambiente, será o lançamento do Ano da Fé, no dia 27 de outubro, quando o Regional oficialmente transmitirá em rede a missa das 9h.

O Técnico em Informação Alexandre Rangel fez a conferência–tema do Seminário, destacando a importância da cooperação humana em rede. Em sua abordagem, ele lembrou que a missão da Igreja é evangelizar também na internet. E chamou a atenção para a busca dessa forma de comunicação dinâmica, interativa e criativa, levando à reflexão sobre como alcançar este novo ser social imerso nas redes digitais.

— A internet inaugura uma nova linguagem, que abre a possibilidade de evangelizar o mundo. Mas é importante aprender a compartilhar conhecimento, a saber como responder aos anseios de uma juventude sem fronteiras e sem limites, já que, conforme aprendemos com Pierre Lévy, "o jovem é o líder dessa nova maneira de comunicar", explicou Alexandre.

Para o conferencista, eventos como este Seminário são ocasiões especiais para que os membros da Igreja comecem a despertar para a comunicação necessária aos dias de hoje:

— Não é só observar as ferramentas e como utilizar essas ferramentas, mas prestar atenção ao fato de que atrás da ferramenta existe uma pessoa e que essa pessoa não interage e não se comunica como fazia há 50 ou 100 anos atrás. Então, esse encontros são muito importantes pra que a gente vá construindo essa nova visão e essa nova relação nas redes sociais, disse ao Portal da Arquidiocese.

O assessor de comunicação da CNBB, Padre Clóvis Melo, apresentou a Rede de Informática da Igreja no Brasil (RIIBRA), que é um projeto da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB, em comunhão com o Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais. Em sua conferência, ele explicou os principais objetivos do trabalho: impulsionar o uso da internet e das redes sociais, para que a Igreja no Brasil se constitua em rede; tecer redes de colaboração e serviços comuns, que gerem a comunhão digital; e capacitar agentes pastorais, para uso adequado das ferramentas tecnológicas.

O Sacerdote também elogiou o acolhimento do Regional Leste 1 às novas propostas e pediu uma colaboração especial:

— Na Igreja no Rio de Janeiro existe uma grande abertura e um grande desejo de anunciar o evangelho em todos os meios sociais de comunicação, e também de adentrar nessa realidade que a internet está criando. Essa receptividade de todos aqui expressa o desejo de não ficar no passado só, com os modos e meios antigos, mas de se atualizar na linguagem para anunciar o mesmo Jesus, que é salvação para o povo de antigamente, mas também para o povo de hoje. A RIIBRA precisa que o Leste 1 seja ousado: que não tenha medo de evangelizar nas novas redes, pediu.

O seminário foi encerrado com a Celebração Eucarística, presidida pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta. Durante a homilia, ele lembrou aos agentes de pastoral que é preciso "estar no mundo sem ser do mundo":

— Precisamos atuar no mundo virtual como um povo diferente, porque é o ser humano, a pessoa que tem Deus no coração ou não, que faz a diferença no mundo virtual. (...) Os valores é que constroem a fraternidade e a paz, enfatizou Dom Orani.

Publicado em Attualitá

A Pastoral da Comunicação da Diocese de Barretos (SP) irá promover nos dias 20 e 21 de outubro, o Retiro para Jornalistas Católicos. O tema da reflexão será "Silêncio e Palavra: caminho de evangelização", que foi tratado pelo papa Bento XVI na mensagem para a reflexão do 26º Dia Mundial das Comunicações Sociais.

O retiro será pregado pelo padre Samuel de Carvalho (foto, da Congregação Oblatos de Cristo Sacerdote, da Cidade de Maria. As inscrições devem ser feitas pelo fone (17) 3322-3565, com Milton Figueiredo, até o dia 11 de outubro com a contribuição de R$ 15,00. São apenas 30 vagas para o retiro e podem participar jornalistas de toda a diocese.

Publicado em Attualitá

De 19 a 22 de Julho ocorreu em Aparecida – São Paulo, o 3° Encontro da Pastoral para a Comunicação (PASCOM), onde parteciparam mais de 600 agentes de comunicação das dioceses do Brasil, 40 sacerdotes e 4 bispos empenhados nesta pastoral.

Na ocasião, Dom Claudio Maria Celli, Presidente do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, realizou uma colocação através de uma Web-vídeo conferência sobre "O empenho do Comunicador da Igreja no mundo de hoje". Dom Dimas Lara Barbosa, Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, o recebeu com algumas palavras de acolhimento por parte de todos os participantes.

Trazemos aqui sinteticamente alguns momentos do seu intervento rico de indicações que iluminam a estrada do comunicador católico dentro da Igreja.

Dom Claudio Celli, começou dizendo que o compromisso do comunicador católico de hoje, é em primeiro lugar um chamado a viver, uma profunda harmonia e sintonia com a espiritualidade. Esta se traduz em uma coerência entre o anúncio da verdade, da Palavra e a vida pessoal. O comunicador católico adota um estilo pessoal e institucional no exercício do seu ministério. Por isso ao comunicar ele não só transmite a sua vida, mas também testemunha o que a Igreja precisa oferecer, dentro do contexto mundial e local.

Ele afirmou, que neste tempo em que vivemos o fenômeno da globalização, tanto complexa quanto contraditória, assistimos continuamente a explosão dos desenvolvimentos tecnológicos, surpreendentes e maravilhosos, que porém deixam algumas sombras a nível social. Estamos de frente a um mundo frágil, com graves problemas de injustiça, políticos, ecológicos e econômicos. Uma contínua insastisfação paira no coração humano e que o mercado tenta de suprir, porém com o risco de corromper os valores profundos do homem. É uma era do descartável, da incerteza e tudo isso certamente influi no caminho de fé, porque como podemos responder a um Deus que pede adesão total e permanente se tudo muda rapidamente de modo extraordinário?

A Igreja neste contexto deve anunciar a esperança e ensinar a sonhar de novo. Sendo chamada a comunicar o mistério de Deus que é entrega e serviço às pessoas de hoje, a Igreja enfrenta um desafio que compete a todos, e não somente aos bispos e padres.

De fato, afirmou que a Igreja encontra dificuldade neste contexto, e a reconhece, principalmente quando o desafio é ter uma presença ativa no espaço cibernético e entrar em diálogo com a cultura contemporânea. Se vive esta tensão daquilo que quer ser e daquilo que consegue ser. Assim como rezamos no Creio – "Creio na Igreja Una, Santa e Católica", mas como ser santo se ainda somos pecadores, cheios de faltas e de erros?

Ele continuou dizendo que de fato as novas tecnologias aumentaram a nossa capacidade de conhecimento e de relação. Ao mesmo tempo não só comunicamos aquilo que sabemos e conhecemos. Mas comunicamos nossa pessoa e o estilo de vida que adotamos e que mostra acima de tudo o nosso rosto interior. Um rosto que está inserido na realidade de Igreja, da comunidade eclesial e portanto Institucional. Desta maneira, prosseguiu o Arcebispo, è necessário dar ouvido as palavras de Jesus: "Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores" (Mt 7, 15). Hoje na comunicação também nós poderíamos ser falsos profetas com lindas mensagens, mas que porém essa verdade que comunicamos, não é de acordo com o estilo de vida que adotamos. Desta maneira teríamos só a aparência de ovelha, mas dentro sermos lobos ferozes. Portanto o nosso estilo de vida manifestará o rosto interior, uma profunda coerência entre a palavra e vida. Não se pode comunicar esta verdade sendo divididos em nós mesmos. Jesus também nos recorda que não podemos "servir a dois senhores" (Mt 6, 3a).

Ao final Dom Claudio Celli, apresentou um itinerário com quatro dimensões ao comunicador católico, para se chegar a uma integridade entre palavra e vida. Estas foram:

A 1° dimensão de autoridade que segundo o ensinamento de Cristo é serviço.Sabe escutar, silenciar. A 2° dimensão é a pobreza, como condição para a liberdade.buscando um estilo de vida sóbrio. A 3° proposta se refere à uma atenção especial à tecnologia e a ecologia e para finalizar a 4° dimensão pede um olhar sensato ao mundo econômico. "Pois, que andiantará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?" (Mt 16, 26).

Dom Claudio Celli acenou ainda à Jornada Mundial da Juventude que acontecerá no Rio de Janeiro em 2013. Fez votos para que a Igreja do Brasil seja um rosto acolhedor, comprometida com o amor a Deus e aos homens. Que seja uma Igreja capaz de dizer a verdade sobre Deus e sobre o homem. Convidou em maneira muito simpática aos comunicadores, principalmente para que tenham os olhos estrábicos – na linguagem mais popular – "vesgos", de tal forma que com um olho possa contemplar a Deus e com o outro olho contemplar os homens com seus problemas, suas histórias, suas esperanças, lutas e sonhos. Fez votos para que os participantes sejam um rosto de Igreja que suscite esperança e leve as pessoas a tocar com as mãos que só o amor é acreditável.

Ao final da conferência que usou a plataforma episcopo.net, Dom Dimas Lara, agradeceu às palavras do Arcebispo e o parabenizou pelo seu aniversário de vida, cantando o tradicional "Parabéns a você".

Publicado em Attualitá

"Identidade e missão" é o tema do 3º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação (Pascom), promovido pela CNBB. O evento, começou na quinta-feira, 19 de julho, e ocorre nas dependências do Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida (SP), até domingo.

O primeiro encontro nacional da Pascom foi em 2008, reunindo apenas 140 participantes. O segundo, em 2010, reuniu 400 agentes. "Este crescimento no número de participantes mostra como trata-se de um evento importante para a Igreja no Brasil", completa Élide. "Profissionais ou não, estes agentes tem o carisma da comunicação, é algo nato. Fazem um trabalho brilhante, que pode crescer ainda mais".

Publicado em Attualitá

Aparecida (RV) Está em andamento no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida (SP), o 3º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação (PASCOM), que este ano tem como tema: "Identidade e Missão" e com o lema "Ide por todo o mundo e anunciai o Evangelho a toda criatura (Mc 16,15).

A Cerimônia de abertura foi feita na noite de quinta-feira, 19, com a participação do Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, Dom Dimas Lara Barbosa.

Na ocasião, foi lançada a logomarca oficial da PASCOM, que junto com as demais marcas locais garante a existência do "rosto" nacional da pastoral.

Dom Dimas Lara Barbosa saudou todos os presentes e recordou que no mesmo auditório deste encontro, foi realizada a V Conferência Episcopal Latino-Americana e Caribenha: "Neste espaço, o Papa Bento XVI recordou que o Cristianismo não nasce de filosofias, ideologias, pensamentos profundos, mas do encontro com uma pessoa, a pessoa de Jesus Cristo."

O bispo recordou ainda, que naquela conferência, os prelados discutiram o uso da comunicação para difundir a fé como um dos maiores desafios da atualidade.

A conferência de abertura, com o tema "Comunicação e Informação: Igreja e sociedade", foi proferida pelo Professor Carlos Alberto Di Franco, da Universidade de Navarra. Para ele, o segredo para uma boa comunicação na Igreja está no investimento em recursos humanos e na profissionalização dos agentes da pastoral. "Aquele que comunica deve ter identidade clara, missão bem definida, doutrinamento e credibilidade."

O 3º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação vai até domingo, 22.

Publicado em Attualitá
Pág. 1 de 2





Projetos do PCCS

Portoghese

intermirifica-x-pccsglobe 500 en

intermirifica50-sito-web

mediaprojects

news-va avatar x pccs3

contributi-port

banner1pope2